Home / Programa Nutrire / Inovações em Proteção Contra Toxinas

Inovações em Proteção contra Toxinas

Toxinas bacterianas

Várias são as substâncias bioativas de origem bacteriana que causam doenças entéricas, desencadeando reações imunes e pró-inflamatórias nos animais. Entre os principais agentes infecciosos estão a E. coli e Clostridium sp.

• Exotoxinas são proteínas ativamente secretadas pelas bactérias Gram-positivas e Gram-negativas durante seu crescimento.
• Endotoxinas são lipopolissacarídeos (LPS) que compõem a membrana externa das bactérias Gram-negativas, sendo liberadas durante o crescimento bacteriano ou lise celular.

Micotoxinas

São metabólicos tóxicos produzidos por fungos aeróbios, em especial dos gêneros Fusarium sp. e Aspergillus sp. Encontram-se presentes em grãos, subprodutos e volumosos conservados (feno e silagem), ofertados aos animais de criação.

Seus principais efeitos nos animais são a redução no consumo, desempenho, imunidade e fertilidade, assim como, maior incidência de distúrbios reprodutivos.

“São conhecidas em torno de 400 micotoxinas sendo as mais nocivas: Aflatoxinas, Fumonisina, Zearalenona, toxina T2 e DON, que podem atuar individual ou sinergicamente potencializando seus efeitos negativos no animal.”



O uso de adsorventes misturados à ração é a forma de prevenção mais indicada, pois estes se ligam quimicamente às toxinas no trato gastrointestinal, diminuindo sua biodisponibilidade e toxicidade.

A escolha de um adsorvente ideal deve levar em consideração:

• Capacidade de adsorção de altas concentrações de toxinas;
• Seletividade do adsorvente;
• Taxa de inclusão;

E todos esses resultados devem ser comprovados por laudos laboratoriais (IN13).



эвакуатор дешево
http://www.